Logo Projetos

To translate this page, please see the google toolbox in the footer.

VHF / UHF
Tropospheric
Ducting Forecast

Status

L

1.4

2

3

4

5

6

7

8

9+

By: William Hepburn

Solar Terrestrial
Activity Report

Status

http://www.solen.info/solar/

N3KL Solar Activity Monitor

Solar X-rays:
Status

Geomagnetic Field:
Status

http://www.n3kl.org/sun/noaa.html

Solar-Terrestrial Data

.

http://www.hamqsl.com/solar.html

MUF Map

.

http://www.spacew.com

Clima Mundial
.

http://wattsupwiththat.com

Últimos 20 visitantes:

free counters

  Hoje é: Dia da Aviação e do Aviador - Primeiro vôo de um avião – o 14 bis

 tab Restaurando um IFR-1200S

Avalie esta página:
 


   O IFR-1200S é um monitor de serviço completo que engloba:

  • Receptor AM, FM, SSB de 250kHz a 1GHz
  • Gerador de RF, de 250kHz a 1GHz com saída ajustável de -125 a -20dBm
  • Osciloscópio  de 1MHz
  • Gerador de 1kHz fixo
  • Gerador de funções (senoidal, quadrada, triangular e dente de serra) de 10Hz a 30kHz
  • Gerador de DCS e CTCSS
  • Gerador e decodificador DTMF (decodificador opcional)
  • Voltímetro digital AC e DC até 100V (opcional)
  • Wattímetro digital e analógico para 50W contínuos e 150W intermitente (ciclo 1/5min)
  • Analisador de spectro de 1MHz a 1GHz
  • Tracking Generator de 1MHz a 1GHz (opcional)
  • Medidores de distorção, desvio, erro de freqüência e modulação

   Como pode ser visto é uma ferramenta bastante completa, que presta um auxilio enorme na bancada, substituindo vários instrumentos por um só. Essa concentração tem um preço, a complexidade! O IFR-1200S é um equipamento bastante complexo, exigindo conhecimentos avançados para sua manutenção. Abaixo teremos um apanhado do que foi o conserto, que levou aproximadamente duas semanas de árduo trabalho.

   Este IFR-1200S veio parar em minhas mãos através de uma doação do Edson PY2SDR, que por estar envolvido com outros projetos mais complexos e com falta de tempo não teve disponibilidade para repará-lo. Eu já conhecia este tipo de instrumento desde que fiz uma visita à fábrica da extinta Intraco em Santa Rita do Sapucaí - MG, e desde então passou a ser um sonho ter um IFR. Este é um presente que tem um grande valor sentimental, pois foi o instrumento utilizado pelo Edson em conjunto com o De Marco PY2WM (SK) para todo o desenvolvimento do SDR-Zero! smile

   O estado do IFR-1200S é impecável, muito bem conservado! O maior problema é a falha crônica dos capacitores de tântalo, que por sinal é um problema muito comum em equipamentos fabricados entre as década de 1970 a 1990. Inclusive, osciloscópios Tektronics também sofrem desse mal.

   A solução para resolver o problema em definitivo é trocar todos os capacitores de tântalo por eletrolíticos de boa qualidade e de 105ºC.

   Assim que peguei o IFR e retirei sua tampa, não me contive em felicidade! Ele já veio com a opção de Tracking Generator instalada! smile Ah... dica! No IFR, todos os parafusos são pozidrive, não vá tentar soltar os parafusos com uma chave Philips. Se o parafuso estiver muito apertado, a chave Philips destruirá a cabeça do parafuso.


O Track Amp, que indica que a opção tracking generator está habilitada,

   Então a primeira providência foi localizar todos os capacitores de tântalo, para que não fiquem "bombas relógio" smile dentro dele para dar dores de cabeça no futuro. Iniciei o recapping pela fonte de alimentação, que já tinha inclusive um deles explodido. smile

   Na fonte são 5 capacitores, os valores são: 4 de 150uF x 16V e 1 de 47uF x 35V.

   Como eletrolíticos de 150uF são difíceis de encontrar e são apenas para filtragem das fontes, coloquei de 220uF x 16V. Utilizei somente capacitores japoneses, Nichicon ou Panasonic, conforme a disponibilidade aqui no estoque. smile

   O próximo foi um na placa "frequency standard". Olhe o vilão laranja bem no meio da foto. smile Este é de 33uF x 10V.

   Substituído por um eletrolítico de 47uF x 16V:

   O próximo estava no "IF Module". É um capacitor soldado por fora do módulo, e esqueci de tirar foto do capacitor original. O valor era de 33uF x 10V. Substituído por um de 47uF x 16V.

   O próximo estava em uma placa que fica sob o módulo do osciloscópio. Pelas informações que pude levantar esta placa é um opcional, para trabalho com estações de celular AMPS.

   Valor original, 33uF x 16V, substituído por 47uF x 16V.

   Depois de todo este trabalho árduo em caçar os capacitores de tântalo, já foi possível ligar o IFR-1200S para o primeiro teste e ver se não queimava mais o fusível. E de fato ligou. Mas não funcionou pois ainda faltava resolver um problema.

   Ele estava sem o módulo TXCO de 10MHz na placa "frequency standard". Para testes eu poderia ter utilizado um simples módulo de clock de 10MHz destes comuns, mas já quis fazer algo mais definitivo e melhor. Tinha por aqui um módulo OXCO de 20MHz que saiu de uma sucata. Mas como utilizar esse módulo sendo ele de 20MHz? Pensando um pouco... Idéia! smile Basta simplesmente dividir o clock por 2 com um 74HCT74. Não há problema em usar uma porta TTL para dividir o sinal, pois o IFR-1200S aceita tanto senóide como quadrada como clock, bastando ter amplitude entre 4 e 10V.

   Apenas relembrando, o padrão de fábrica do IFR-1200S é um gerador de clock TXCO de 5ppm, mas existiam opcionais de geradores de clock OXCO para o IFR, com maior precisão de 0.2ppm e 0.05ppm.

   Então montei o pequeno circuito acima provisoriamente em uma placa padrão.


Macarronada...

   E então já foi possível fazer o primeiro teste!

  Com os testes, foram detectados os seguintes problemas restantes:

   - Osciloscópio sem funcionar
   - Áudio de recepção em FM problemático, distorcido e sumindo conforme o ajuste do controle de volume.

   Decidi resolver o problema do áudio primeiro. Resumindo a briga que tomou alguns dias de analise e medições e indo mais direto a causa do defeito, todo o circuito de áudio do IFR é alimentado com tensão simétrica e com isso não utiliza capacitores de acoplamento entre os estágios.


Trecho do circuito de áudio.

   A linha vermelha indica o caminho do áudio na placa "receive audio", para um dos modos FM. Um fato curioso é que aparecia uma tensão de offset na entrada do amplificador de áudio (LM380), que variava conforme se atuava no controle de volume. Por sua vez, o controle de volume vai ligado no ponto marcado em magenta no esquema acima.

   Para isolar se o defeito estava nesse bloco ou no módulo anterior, decidi aplicar um "patch" no circuito que consistiu em acrescentar um capacitor em série com o resistor R82 (é o resistor que está acima do trimpot, bem no inicio da linha vermelha). Se a tensão de offset estivesse sendo gerada na placa "receive audio", o problema deveria persistir. Como o problema sumiu, então concluí que o defeito estava no módulo "10.7MHz Gen/Rec".

   Removido o "patch" smile e voltando a analise do esquema, o principal suspeito era este:

   Então vamos atrás do C39 no módulo "10.7MHz Gen/Rec". A surpresa! Ele estava dentro de uma blindagem! smile

   Remover essa blindagem sem causar danos a placa foi uma obra de paciência. smile O método utilizado foi limpar o excesso de solda com malha desoldadora e depois cortar o restante de solda que não foi removido com uma lamina de estilete. E eis novamente um suspeito laranja ali na parte superior direita!

   Neste ponto descobri uma coisa que posteriormente fui notar em outras partes do IFR: Há algumas divergências de valores do esquema com os que estão nas placas. E este foi um dos casos. O esquema diz ser um capacitor de 10uF, mas no local estava com um de 33uF. Removi o tântalo e medi. Uma bela fuga! Substitui por um eletrolítico de 33uF x 16V.

   Com esta troca, o áudio da recepção em FM voltou ao normal, e a tensão de offset na linha de áudio desapareceu. O resultado por hora, ao final do recapping foi este:


Os "cadáveres" retirados do IFR-1200S. rs rs rs...

   O próximo passo foi atacar o módulo do osciloscópio. O Edson havia desligado módulo do osciloscópio quando este apresentou problemas. Encaixei os conectores novamente, liguei, funcionou por uns 2 segundos, um cheirinho de "ampères queimado" e pof... fusível da fonte queimado novamente. smile

   Desmontando o módulo e efetuando uma inspeção visual minuciosa, me deparei com isso:

   Um pequeno ponto carbonizado no transformador de alta tensão. O transformador recebeu uma espécie de resina, provavelmente para aumentar a isolação, mas que falhou neste ponto e abriu arco. A solução foi raspar todo material carbonizado até chegar novamente no plástico do carretel.

   Apliquei uma pequena camada de esmalte de unha incolor, aguardei a secagem smile e vamos a um novo teste. O problema de queimar o fusível foi resolvido. Porém o ajuste de foco estava deficiente e o controle de intensidade não atuava. Esta parte do conserto foi a que me tomou mais tempo, e veremos logo adiante o porque.

   Inicialmente encontrei os resistores R6 (10K x 1/2W) e R7 (22K x 1/2W) bastante escurecidos e com os valores muito alterados. Estes resistores estão ocultos por um capacitor de cerâmica que fica deitado sobre eles. Substitui os resistores, novo teste e o controle de intensidade ainda não funcionava, ficando com o brilho da tela praticamente no máximo (vide foto acima). smile Continuando a investigação encontrei o potenciômetro de intensidade aberto e o resistor R11 (510K x 1/2W) bastante alterado.



O estrago do módulo do osciloscópio.

   O R11 foi a segunda inconsistência encontrada. No esquema diz que é de 390K x 1/2W. Na placa está instalado 510K, mantive este valor. Mas agora a parte que me fez perder alguns dias. Olhe o valor do potenciômetro de intensidade no esquema.

   É de 250R, correto? Consegui um potenciômetro de 250R com o Adinei PY2ADN, instalei e... nada do controle de intensidade funcionar. Nisso removi todos os componentes restantes do circuito e testei, não encontrei nada de errado, fiquei alguns dias pensado o que poderia causar este problema. Alguns dias depois, não me lembro ao certo qual o motivo que resolvi checar a lista de peças... e... olhe a surpresa:


Na lista de peças, o grupo 3xx são as peças do osciloscópio.

   Ué... 250K??? Alguém fez o favor de "comer" o K no esquema! smile Era isso que estava me dando uma surra sem tamanho! E complementando, o R13 que comentei acima, na lista de peças é de 680K! Vai entender tamanha bagunça! smile Por muita, mas muita sorte não comprei um potenciômetro igual ao original fabricado pela Clarostat, de 250R no Ebay.

   Então comprei um potenciômetro de 250K mini, desses comuns chineses na lojinha de eletrônica aqui da cidade e tive que fazer "a gambiarra" pra colocá-lo no lugar de forma decente.


Chamando a ferramentaria lima!

  Primeiro cortei o eixo no tamanho certo e fiz um furo de 3mm no centro. Dremel nele!

   Cortei a cabeça de um parafuso de 1/8" x 1/2", este tem o mesmo diâmetro do eixo do potenciômetro original e entra perfeitamente na bucha do extensor de eixo. A adaptação vai ficar assim. Vai se perguntar porque um parafuso e não um eixo liso? smile Usei um parafuso por ter rosca, ou seja, uma superfície irregular que terá melhor aderência com a cola.

   Colei o parafuso no eixo do potenciômetro com cola a base de cianoacrilato. Instalei no lugar e ficou assim:


Olhe o resistor grandalhão de 510K a esquerda.

   Ficou praticamente original, não? smile

   Com isso o módulo do osciloscópio funcionou perfeitamente! O restante do IFR-1200S não tinha nenhum outro problema. smile Podemos observar que a maior parte dos problemas foi causado pelos malfadados capacitores de tântalo.

   Durante o processo de manutenção resolvi extrair os esquemas do manual de serviço e emendá-los novamente para facilitar a consulta, pois haviam paginas do esquema que estavam divididas em até 4 partes! Deixarei os esquemas disponíveis para download no final desta página. E um link para acessar a página onde encontrei o manual de serviço completo.

    Acessórios do IFR-1200S

   Além dos acessórios que acompanham o IFR, existem diversos opcionais que podiam ser adquiridos à parte. Estou providenciando aos poucos, conforme consigo, acessórios equivalentes aos originais para deixar o kit o mais completo possível. smile

   Esta é a lista dos opcionais, retirada do manual do IFR-1200S:

  • option 1 .2 PPM TCXO
  • option 2 .05 PPM high stability oven TCXO
  • option 4 Battery option
  • option 5 Gen amp 30 db amplifier
  • option 6 Microphone
  • option 7 Telescoping Antenna
  • option 9 Soft padded carrying case
  • option 10 DVM & DTMF Decoder
  • option 11 European encode-decode
  • option 12 Tracking Generator for Spec Analyzer
  • option 13 GPIB Operation
  • option 14 Trunking\
  • option 15 Cellular AMPS
  • option 16 CELLULAR ETACS

   Cabo de força idêntico ao original com saída em 90º, para poder colocar o IFR-1200S em pé, apoiado nos pés do fundo do gabinete. Já deixei junto um adaptador do padrão americano de 3 pinos para o padrão "jabuticaba". smile

   O cabo adaptador para carro.

   Tinha esta ponta de osciloscópio sobrando aqui, já foi para a caixinha de ferramentas do IFR.

   Por sorte, tinha um microfone idêntico ao original, falta apenas o plug DIN de 5 pinos, 270º, baioneta. A plaquinha escrito Antec será substituída por uma com o logotipo da IFR.

   A antena telescópica e o adaptador BNC 90º, ambos são D.I.Y. feitos a partir de sucatas. smile

 

    Agradecimentos

   Agradeço imensamente ao Edson PY2SDR, pelo presente do IFR-1200S, o qual irá me auxiliar enormemente em meu trabalho e também na análise dos projetos disponibilizados neste site. Edson e sua esposa Kyoko nos proporcionaram uma agradável recepção em sua casa e nos brindaram um bate-papo muito agradável.

   Agradeço também ao Adinei PY2ADN que fez todo o translado, vindo me buscar aqui em minha cidade e levando até a cidade de Pardinho - SP, para participar da 1ª oficina de satélites, quando já aproveitamos e fizemos a visita ao Edson, e também por ter me hospedado em sua casa e me devolvido aqui no dia seguinte.

   E a todos que antes de mim já disponibilizaram informações sobre o IFR-1200 na internet.

   Downloads e links

 


   smile

 

©2017 by PY2BBS

Enquete

Como você conheceu o radioamadorismo?

Amigos
Vizinho radioamador
Clube de radioamadores
Revistas
Internet
Não sou radioamador



Resultado Parcial

Enquetes anteriores

10 últimos
QSL's Recebidos


WP4CNU - AO-7


PY4EU - AO-51


PU2WZY - VO-52


PY4LY - VO-52


PY2TZT - Gift


PY5JCI - AO-51


PY7DI - AO-51


CX5IC - AO-51


PU2NJL - Beacon


PU1NEI - Gift

Mais...

10 últimos
QSL's Enviados

WP4CNU - AO-51
L50E - AO-51
YV6BFE - AO-51
YV5MM - AO-51
CX5IC - AO-51
CX2SC - AO-51
PU5MRA - AO-51
PY4ZBZ - AO-7
PY2XT - AO-51
YY6KWD - AO-51
YY6IEA - AO-51

Mais...

Contato Recorde:

PT9JA

José Antônio

VHF SSB

GG67rw > GG49df

554.6 Km

PT9IR

Irineu C. Gudin

VHF Rep

GG68oa > GG29rn

822.6 Km

Seti@Home

Total Credits:

seti@home

Firefox
Get Firefox!

resolução
1024 x 768
True Color

Assinar FEED!
Assinar Feed

bandeira do brasil

go top


Page View:

PageRank:

Última atualização do site em: 30/maio/2017

Todo o conteúdo é © 2003-2017 por PY2BBS, todos os direitos reservados.
Proibida cópia ou reprodução de qualquer texto ou imagem deste site sem a devida autorização por escrito.
Todos os nomes e as imagens utilizadas são marcas registradas de seus respectivos detentores.
PY2BBS não se responsabiliza pelo conteúdo de quaisquer dos sites lincados.

Valid HTML 4.01 Transitional   Valid CSS!   [Valid RSS]